news.med.br

Mais acessados

Novo tratamento para miastenia gravis ganha aprovação da FDA: efgartigimod é o primeiro bloqueador do receptor Fc neonatal aprovado

Novo tratamento para miastenia gravis ganha aprovação da FDA: efgartigimod é o primeiro bloqueador do receptor Fc neonatal aprovado

Efgartigimod (Vyvgart) foi aprovado para tratar miastenia1 gravis generalizada em adultos com teste positivo para o anticorpo2 contra o receptor de acetilcolina3, anunciou a Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos. A decisão é a primeira aprovação em uma nova classe de medicamentos para esta doença neuromuscular rara, crônica e autoimune4. O estudo clínico de fase III ADAPT mostrou que 68% dos pacientes que receberam efgartigimod alcançaram uma melhora de pelo menos 2 pontos na pontuação de Miastenia1 Gravis - Atividades da Vida Diária, em comparação com 30% daqueles que receberam placebo5, e cerca de 84% dos pacientes que responderam ao tratamento o fizeram nas primeiras 2 semanas de tratamento.
1 Miastenia: Perda das forças musculares ocasionada por doenças musculares inflamatórias. Por ex. Miastenia Gravis. A debilidade pode predominar em diferentes grupos musculares segundo o tipo de afecção (debilidade nos músculos extrínsecos do olho, da pelve, ou dos ombros, etc.).
2 Anticorpo: Proteína circulante liberada pelos linfócitos em reação à presença no organismo de uma substância estranha (antígeno).
3 Acetilcolina: A acetilcolina é um neurotransmissor do sistema colinérgico amplamente distribuído no sistema nervoso autônomo.
4 Autoimune: 1. Relativo à autoimunidade (estado patológico de um organismo atingido por suas próprias defesas imunitárias). 2. Produzido por autoimunidade. 3. Autoalergia.
5 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
- 10/01/2022
Modelo de risco de câncer de mama baseado em mamografia pode oferecer melhorias no atendimento

Modelo de risco de câncer de mama baseado em mamografia pode oferecer melhorias no atendimento

A avaliação de risco precisa é essencial para o sucesso dos programas de rastreamento populacional do câncer1 de mama2. Os modelos de risco baseados em inteligência artificial (IA) demonstraram um avanço significativo em relação aos modelos de risco usados hoje na prática clínica. Neste estudo publicado no Journal of Clinical Oncology, validou-se um modelo baseado em IA, Mirai, em populações de triagem globalmente diversas. O Mirai, um modelo de risco baseado em mamografia3, manteve sua precisão em conjuntos de testes globalmente diversos de sete hospitais em cinco países. Esta é a validação mais ampla até o momento de um modelo de câncer1 de mama2 baseado em IA e sugere que a tecnologia pode oferecer melhorias amplas e equitativas no atendimento.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Mamografia: Estudo radiológico que utiliza uma técnica especial para avaliar o tecido mamário. Permite diagnosticar tumores benignos e malignos em fase inicial na mama. É um exame que deve ser realizado por mulheres, como prevenção ao câncer.
- 11/01/2022
Tratamento da obesidade: estudo demonstra que medicamentos antiobesidade são significativamente subutilizados

Tratamento da obesidade: estudo demonstra que medicamentos antiobesidade são significativamente subutilizados

Estudo publicado pelo Mayo Clinic Proceedings teve como objetivo examinar a farmacoterapia para obesidade1 nos Estados Unidos de 2011 a 2016 usando uma grande amostra representativa nacionalmente. O estudo demonstrou que houve um ligeiro aumento nas menções a medicamentos antiobesidade, de 0,26% em 2011 para 0,28% em 2016, mas apenas 1% das consultas em consultório para pacientes2 com obesidade1 receberam prescrição de um medicamento antiobesidade. Enquanto isso, houve 760.470 consultas médicas em consultório para pacientes2 sem obesidade1, mas com menção a um medicamento antiobesidade. Os médicos tendiam a prescrever medicamentos antiobesidade para pessoas com obesidade1 com 51 anos ou mais e residentes no sul. A medicação antiobesidade para o tratamento da obesidade1 é significativamente subutilizada.
1 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
2 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
- 06/01/2022
Uma técnica de impressão criou um equivalente da pele eficaz, que imita todas as três camadas da pele e é capaz de curar feridas

Uma técnica de impressão criou um equivalente da pele eficaz, que imita todas as três camadas da pele e é capaz de curar feridas

As feridas crônicas são profundas e difíceis de reparar. Frequentemente, a parte superior da lesão1 cicatriza antes da parte inferior, de modo que a ferida desaba sobre si mesma. Na revista APL Bioengineering, pesquisadores descrevem o desenvolvimento de uma abordagem para imprimir equivalentes da pele2. O material imita todas as três camadas da pele2, permite estruturas de impressão complexas, e pode desempenhar um papel futuro na facilitação da cicatrização de feridas crônicas. Foi usada a abordagem de manufatura aditiva de camada suspensa para produzir um implante3 contínuo de três camadas, que se assemelha muito à pele2 humana. Uma cultura do modelo demonstrou que, ao longo de 21 dias, os componentes celulares desempenharam um papel fundamental na remodelação da matriz de suporte em arquiteturas comparáveis às da pele2 saudável.
1 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Implante: 1. Em cirurgia e odontologia é o material retirado do próprio indivíduo, de outrem ou artificialmente elaborado que é inserido ou enxertado em uma estrutura orgânica, de modo a fazer parte integrante dela. 2. Na medicina, é qualquer material natural ou artificial inserido ou enxertado no organismo. 3. Em patologia, é uma célula ou fragmento de tecido, especialmente de tumores, que migra para outro local do organismo, com subsequente crescimento.
- 04/01/2022
Jejum intermitente pode ter um papel benéfico na melhoria dos resultados de saúde relacionados à obesidade

Jejum intermitente pode ter um papel benéfico na melhoria dos resultados de saúde relacionados à obesidade

Várias metanálises de ensaios clínicos1 randomizados demonstraram os muitos benefícios para a saúde2 do jejum intermitente3. No entanto, tem havido pouca síntese da força e qualidade dessas evidências no agregado até o momento. Novo estudo, publicado pelo JAMA Network Open, encontrou associações benéficas do jejum intermitente3 com resultados antropométricos e cardiometabólicos apoiados por evidências de qualidade moderada a alta, que apoiam o papel do jejum intermitente3, especialmente o jejum modificado em dias alternados, como uma abordagem de perda de peso para adultos com sobrepeso4 ou obesidade5. Os resultados associados ao jejum modificado em dias alternados incluíram uma redução moderada do peso corporal, do índice de massa corporal6 e de fatores de risco cardiometabólicos.
1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Intermitente: Nos quais ou em que ocorrem interrupções; que cessa e recomeça por intervalos; intervalado, descontínuo. Em medicina, diz-se de episódios de febre alta que se alternam com intervalos de temperatura normal ou cujas pulsações têm intervalos desiguais entre si.
4 Sobrepeso: Peso acima do normal, índice de massa corporal entre 25 e 29,9.
5 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
6 Índice de massa corporal: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
- 05/01/2022
Exposição ocupacional ao formaldeído foi relacionada ao comprometimento cognitivo

Exposição ocupacional ao formaldeído foi relacionada ao comprometimento cognitivo

A exposição ocupacional ao formaldeído foi associada a déficits cognitivos1 em idades relativamente jovens em um estudo de coorte2 francês publicado na revista Neurology. Os profissionais de saúde3 representam a maioria dos expostos. Adultos com 45 anos ou mais expostos ao formaldeído por 22 anos ou mais tiveram um risco 21% maior de comprometimento cognitivo4 global do que aqueles nunca expostos. Trabalhadores com a maior exposição cumulativa ao formaldeído tiveram um risco 19% maior de comprometimento cognitivo4 em comparação com aqueles não expostos. Esse maior risco de comprometimento abrangeu todos os domínios cognitivos1. Tanto a alta duração da exposição quanto a alta dose ao longo da vida foram associadas a uma pior cognição5, com a duração mostrando uma relação dose-efeito. Esses resultados destacam o efeito prejudicial a longo prazo da exposição ao formaldeído na saúde3 cognitiva6 em uma população relativamente jovem.
1 Cognitivos: 1. Relativo ao conhecimento, à cognição. 2. Relativo ao processo mental de percepção, memória, juízo e/ou raciocínio. 3. Diz-se de estados e processos relativos à identificação de um saber dedutível e à resolução de tarefas e problemas determinados. 4. Diz-se dos princípios classificatórios derivados de constatações, percepções e/ou ações que norteiam a passagem das representações simbólicas à experiência, e também da organização hierárquica e da utilização no pensamento e linguagem daqueles mesmos princípios.
2 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Cognitivo: 1. Relativo ao conhecimento, à cognição. 2. Relativo ao processo mental de percepção, memória, juízo e/ou raciocínio. 3. Diz-se de estados e processos relativos à identificação de um saber dedutível e à resolução de tarefas e problemas determinados. 4. Diz-se dos princípios classificatórios derivados de constatações, percepções e/ou ações que norteiam a passagem das representações simbólicas à experiência, e também da organização hierárquica e da utilização no pensamento e linguagem daqueles mesmos princípios.
5 Cognição: É o conjunto dos processos mentais usados no pensamento, percepção, classificação, reconhecimento e compreensão para o julgamento através do raciocínio para o aprendizado de determinados sistemas e soluções de problemas.
6 Cognitiva: 1. Relativa ao conhecimento, à cognição. 2. Relativa ao processo mental de percepção, memória, juízo e/ou raciocínio. 3. Diz-se de estados e processos relativos à identificação de um saber dedutível e à resolução de tarefas e problemas determinados. 4. Diz-se dos princípios classificatórios derivados de constatações, percepções e/ou ações que norteiam a passagem das representações simbólicas à experiência, e também da organização hierárquica e da utilização no pensamento e linguagem daqueles mesmos princípios.
- 13/01/2022

Elogios, críticas ou sugestões

Seu nome:
Seu email:
Mensagem:

  • Entrar
  • Receber conteúdos