Gostou do artigo? Compartilhe!

Prevenção do câncer: publicado relatório oficial com as mais novas recomendações sobre prevenção do câncer pelo World Cancer Research Fund e American Institute for Cancer Research

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O relatório oficial publicado este mês pelo World Cancer1 Research Fund em conjunto com o American Institute for Cancer1 Research é o que há de mais abrangente sobre prevenção de câncer1. Foram seis anos de estudo até a produção e revisão finais de todas as pesquisas disponíveis sobre prevenção de câncer1. Inicialmente englobou 500 mil estudos, que foram filtrados para 7 mil, os quais seguiam o padrão rigoroso de inclusão neste relatório.


Este processo de revisão da literatura foi realizado por nove universidades independentes. Elas apresentaram as informações a um grupo de 21 médicos especialistas, que revisaram o conjunto de evidências, extraíram conclusões e acrescentaram recomendações.


O World Cancer1 Research Fund publicou as 10 recomendações para prevenção do câncer1, baseado nas conclusões deste relatório. Elas mostram que o consumo de certos alimentos e hábitos de vida afetam o risco de uma pessoa desenvolver câncer1.


As 10 recomendações do World Cancer1 Research Fund são:

 


1. Mantenha-se o mais magro possível, sem estar abaixo do peso ideal


Evidências mostram que o ganho de peso e a obesidade2 aumentam o risco de desenvolver vários tipos de tumores, incluindo o câncer1 de intestino e de mama3.


Mantenha um peso saudável com uma dieta balanceada e a prática de atividades físicas regulares para ajudar a manter o seu risco baixo.

 


2. Faça uma atividade física por pelo menos 30 minutos por dia


Há fortes evidências de que a atividade física protege contra os tumores de intestino e de mama3. E também ajuda a manter o peso ideal.


Qualquer tipo de atividade conta. Quanto mais você faz exercícios, melhor! Tente colocar isso em prática na sua vida.

 

 

3. Evite bebidas adocicadas. Limite o consumo de alimentos processados4, com adição de açúcar5, pobres em fibras e ricos em gorduras.


Esses alimentos geralmente são pobres em nutrientes, têm excesso de gordura6 e/ou açúcar5, aumentam o risco de obesidade2 e câncer1. Bebidas doces como “colas” e sucos de frutas adoçados artificialmente podem contribuir para o ganho de peso. Sucos de frutas, mesmo sem adição de açúcar5, parecem ter o mesmo efeito. O melhor é não ingeri-los em grandes quantidades.


Procure comer vegetais, frutas e cereais. Opte por água, café e chá sem açúcar5 no lugar de bebidas adoçadas.

 

 

4. Coma7 mais de uma porção de vegetais, frutas, cereais e legumes como feijão e ervilha


Pesquisas mostram que vegetais, frutas e outros alimentos contendo fibras (como cereais e legumes) podem proteger contra câncer1 de boca8, estômago9 e intestino. Eles também ajudam a proteger contra o ganho de peso e a obesidade2.


Faça 5 refeições por dia, tente incluir cereais (por exemplo, arroz integral, massas e pães integrais) e/ou legumes em todas as refeições.

 

 

5. Limite o consumo de carnes vermelhas (carne bovina, carne de porco e de cordeiro) e evite alimentos processados4.

 

Há fortes evidências de que carnes vermelhas e alimentos processados causam câncer1 e de que não há quantidade de alimentos processados4 que pode ser segura para não aumentar o risco de desenvolver câncer1.


A meta é limitar o consumo de carne vermelha a menos de 500 gramas (cozida) e 700-750 gramas (crua) por semana. Evite alimentos processados como bacon, salame, salsicha, presunto e conserva de carne bovina.



6. Limite a ingestão de bebidas alcóolicas. Se optar por consumi-las, não exceda a quantidade de 2 drinks para homens e 1 drink para mulheres por dia.


Desde o primeiro relatório de prevenção do câncer1 em 1997, as evidências de que bebidas alcóolicas aumentam o risco de câncer1 de mama3 e de intestino são muito fortes.


O consumo de qualquer quantidade de álcool aumenta o risco de câncer1. No entanto, há algumas evidências que sugerem que pequenas porções de álcool protegem contra doenças cardíacas. Então, se você optar por consumir bebidas alcóolicas, faça isso com moderação.



7. Limite o consumo de alimentos salgados


Evidências mostram que sal e alimentos conservados com sal provavelmente causam câncer1 de estômago9. Tente usar ervas e especiarias para temperar seus alimentos e lembre-se que alimentos processados4, incluindo pães e cereais matinais, podem conter grandes quantidades de sal.



8. Não use suplementos para se proteger contra o câncer1


Pesquisas mostram que suplementos de nutrientes em altas doses podem afetar o seu risco de desenvolver câncer1, mas o melhor é optar por uma dieta balanceada, sem suplementos.


No entanto, os suplementos são recomendados para alguns grupos de pessoas, mas devem sempre ser prescritos por um médico.


Recomendações para populações especiais


As recomendações 9 e 10 não se aplicam para todas as pessoas, mas, se elas são relevantes para você, o melhor é segui-las.



9. As mães devem amamentar seus filhos, exclusivamente ao seio10, por 6 meses e depois acrescentar novos líquidos e alimentos à dieta do bebê


Evidências mostram que amamentar protege as mulheres do câncer1 de mama3 e os bebês11 do ganho excessivo de peso.



10. Depois de um tratamento para qualquer tipo de câncer1, os sobreviventes do câncer1 devem seguir as recomendações acima para prevenir novos tumores


Este relatório encontrou evidências crescentes de que manter um peso corporal saudável através de uma dieta balanceada e a realização de atividade física regularmente pode ajudar a reduzir a recorrência12 de câncer1.


Lembre-se sempre: não fume ou mastigue tabaco/fumo. Fumar e usar tabaco de qualquer forma aumenta o risco de câncer1 e outras doenças sérias.


Fonte: World Cancer1 Research Fund

NEWS.MED.BR, 2007. Prevenção do câncer: publicado relatório oficial com as mais novas recomendações sobre prevenção do câncer pelo World Cancer Research Fund e American Institute for Cancer Research. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/para-pacientes/12065/prevencao-do-cancer-publicado-relatorio-oficial-com-as-mais-novas-recomendacoes-sobre-prevencao-do-cancer-pelo-world-cancer-research-fund-e-american-institute-for-cancer-research.htm>. Acesso em: 11 dez. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
3 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
4 Alimentos processados: São aqueles que passam por processamento industrial (larga escala) ou doméstico, contendo elementos químicos. Este processo de transformação, mesmo que caseiro, é percebido como menos saudável que o natural. Geralmente estes produtos sofrem junção com outro tipo de produto, como conservantes, ou alterações em sua temperatura. Exemplo: qualquer produto enlatado, engarrafado ou embutidos.
5 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
6 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
7 Coma: 1. Alteração do estado normal de consciência caracterizado pela falta de abertura ocular e diminuição ou ausência de resposta a estímulos externos. Pode ser reversível ou evoluir para a morte. 2. Presente do subjuntivo ou imperativo do verbo “comer.“
8 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
9 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
10 Seio: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
11 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
12 Recorrência: 1. Retorno, repetição. 2. Em medicina, é o reaparecimento dos sintomas característicos de uma doença, após a sua completa remissão. 3. Em informática, é a repetição continuada da mesma operação ou grupo de operações. 4. Em psicologia, é a volta à memória.
Gostou do artigo? Compartilhe!